Mostrando postagens com marcador Artigos Recomendados. Mostrar todas as postagens

Procurando emprego? Como fazer as empresas chegarem até você pelo LinkedIn


Procurando emprego? Como fazer as empresas chegarem até você pelo LinkedIn

Passo-a-passo para aprimorar seu perfil e, assim, atrair recrutadores e outras possibilidades

Como atrair recrutadores no LinkedIn

Muitas vezes, meus leitores perguntam: “Você tem dicas para quem quer achar um emprego ou estágio?”.
E a resposta é: SIM! E você só precisa de uma dica simples, que exige pouco esforço se comparada ao envio de centenas de candidaturas genéricas. Depois de implementada, a manutenção é mínima e vou explica exatamente como faço.
1. A vitrine
Sua manchete, resumo, foto de background e foto de perfil formam sua vitrine e é bom garantir que ela esteja ótima. 
Sua manchete precisa me dizer exatamente quem você é e o que faz, nada de títulos genéricos de trabalho.
As primeiras duas frases de seu resumo precisam ser cativantes e conter as palavras-chave corretas para que alguém clique em “Veja mais” e entre na sua loja.

Não se preocupe em escrever algo perfeito porque você vai continuar mexendo ali conforme sua carreira avança, mas tenha algo ali hoje.
Frequentemente vejo espaços vazios, o que me deixa triste e se traduz, para mim, como uma oportunidade perdida. Quero entender o que te anima, aprender mais sobre você e saber por que eu deveria contratá-lo e não outra pessoa com a mesma experiência e mesma qualificação.
2. Sua rede de contatos é sua fortuna
Você precisa ter as pessoas certas em sua rede para ser notado. Tenho quase todos os colegas com os quais já interagi, o que significa que, quando um ex-colega dá like, compartilha ou comenta em algum post meu, isso roda pela rede do LinkedIn.
E isso significa que você é notado e eventualmente recebe mensagens de pessoas como CEOs ou outros cargos de alto nível em sua indústria (eu recebi duas só em abril).
Se estiver planejando mudar de carreira, comece a adicionar pessoas influentes e seniores que trabalham na indústria que te interessa, com uma mensagem pessoal curta que explica que você está ampliando sua rede com formadores de opinião – isso te leva bem mais longe que só adicionar alguém.
Não se engane: a parte importante não é só aumentar o número de contatos ao adicionar pessoas em massa, mas cultivar essa rede.
Isso significa se engajar em grupos, dar likes em outros posts, compartilhar conteúdos e comentar em conversas que sejam relevantes para sua área de expertise. Mais importante ainda, faça isso de maneira consistente.
Sem querer, você acaba criando uma tribo de pessoas que compartilham os mesmos interesses, valores e ideais que você e isso te trará ainda mais exposição.

3. Os 3 Rs: Real, Relevante e Relacionado
Para ter exposição, você precisa produzir conteúdo que as pessoas leiam e encontrem valor e que as engaje. 
Eu comecei a escrever no LinkedIn dois anos atrás, falando sobre tudo relacionado a desenvolvimento de carreira através de editoriais estudantis. Conforme fui ficando mais confortável, ganhei mais vontade de compartilhar e escrever e, quanto mais escrevia, mais minha voz surgia.
Recentemente comecei a escrever sobre livros que li, histórias de pessoas que conheci enquanto viajava e lições que aprendi em minha vida profissional.
As pessoas começaram a me seguir, gostar de meus posts, comentar e compartilhar meus escritos por três razões: 1) são autênticos e reais 2) elas se identificam e se relacionam com eles 3) são relevantes.
Quanto mais engajamento eu conseguia, mais eu aparecia nos feeds e nas redes dos outros… E assim vai.
4. Conte para os outros
Um jeito mais simples e direto de mostrar para empresas que você está disponível é simplesmente fazer um update de seu status e dizer para todos que você está em busca da próxima oportunidade.
Especialmente se tiver construído uma rede forte de contatos em sua indústria ou em profissões similares à sua, ficará surpreso com quantas pessoas estarão dispostas a ajudar e compartilhar seu post.
Vi isso diversas vezes e é bastante eficaz. Você fica na mente das pessoas, que podem até passar algum contato ou uma vaga que pode te interessar.
Outro jeito de deixar recrutadores sabendo que você está disponível é através da aba Configurações & Privacidade. Clique em Privacidade e ative a função que permite que recrutadores saibam que você está disponível.
Para aqueles que não querem que seus empregadores atuais saibam de seu momento, é um jeito muito discreto de se abrir para novas oportunidades.

5. Recomendações e avais
As pessoas cometem o erro de pedir recomendações depois que deixam uma empresa. Minha tática é sempre esperar alguns dias depois de completar um grande projeto ou depois de fazer bastante por alguém interna ou externamente.
A experiência estará fresca na mente das pessoas e elas estarão no mesmo ambiente que você, então não tem como escapar!
As recomendações são muito importantes porque, se um recrutador parar por ali, verão não apenas que você tem credibilidade mas como trata outros, qual é sua ética de trabalho e que valor você agrega.
E você não precisa se preocupar com o que fazer quando seu gerente trocar de emprego e não puder mais escrever sua carta de referência.
Quando fizer esse pedido, personalize as mensagens para cada pessoa. Isso fará a diferença entre ganhar uma recomendação genérica e uma verdadeiramente pessoal.
Em relação aos avais, escolha suas três melhores habilidades e garanta que essas são as top 3 coisas pelas quais você quer ser conhecido – a não ser que a pessoa clique para ver mais.

6. Conclusão
A verdade é que, para quem está buscando emprego, você já está na metade do caminho ao estar no LinkedIn e ler esse artigo.
Mesmo que não esteja buscando emprego, aconselho que você ainda use as dicas acima, que facilitarão muito uma busca posterior.
É de fato amedrontador se expôr dessa maneira, há um medo de ser julgado e você pensa coisas como “como as pessoas vão interpretar isso?” ou “e se eu parecer bobo?”. Mas qual é a melhor coisa que pode acontecer?
Há muitas oportunidades logo na esquina, não só em relação a empregos fixos mas palestras, projetos para freelancers e possíveis colaborações.
A plataforma é sua para explorar – e sempre digo que esse é o melhor segredo!




SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:






   







Desejamos sucesso a todos!


As gerações no ambiente de trabalho


Baseado em uma pesquisa com 1.200 trabalhadores de diferentes gerações mensurando seus fortes e fraquezas.

As gerações no ambiente de trabalho







SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:












Desejamos sucesso a todos!


Estudo sobre o Perfil do Brasileiro no LinkedIn

O Linkedin publicou este ano, um estudo interessante sobre o perfil dos usuários brasileiros. De acordo com o estudo, mais de 90% dos usuários do LinkedIn não usam a rede social para procura de novas oportunidades de emprego. Os dados contrariam a grande tendência existente no Linkedin nos últimos anos e abrem uma nova linha de possibilidades para uso da rede profissional.




































































































Aproveitamos a oportunidade para compartilhar a listagem dos 20 melhores Grupos do LinkedIn para você participar, perfeitos para troca de experiência e aprendizado, confira e solicite sua participação neles:




1. Profissionais de Marketing
O objetivo é utilizar este grupo como uma forte ferramenta de atualização e conhecimento para os participantes. Vamos discutir e conhecer as tendências em assuntos como: branding,e-commerce, planejamento estratégico, segmentação de mercado, mercado B2B, alta e baixa renda, marketing experience, entre outros...




2. MARKETING BRASIL

Dedicado a profissionais de marketing que buscam ampliar e trocar conhecimentos, analisar novas ferramentas e cases.




3. Marketing Industrial

Este grupo é exclusivo para Profissionais de Marketing que trabalham na indústria, seu objetivo principal é ser uma verdadeira MBA gratuita e contribuir de forma agressiva para o crescimento profissional dos seus integrantes, se você é da área de marketing e trabalha na indústria, sinta-se nosso convidado especial para participar. 
Conteúdo estrutural das discussões: Implantação de Departamento, Projetos e ferramentas de Marketing, Plataformas e Indicadores B2B, Planejamento estratégico, Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), Marketing B2B e B2C, Feiras nacionais e internacionais, Troca de arquivos úteis, Mídias impressas e digitais, Criação publicitária para OEM's e usuários finais, Segmentos industriais, Engenharia social e plano de carreira. Perfil aceito no grupo: Profissionais de Marketing que trabalham na indústria.




4. Marketing de Relacionamento Brasil

Grupo destinado a discussão de temas, networking e divulgação de profissionais que trabalham direta ou indiretamente em empresas que praticam marketing de relacionamento no Brasil. Neste grupo serão abordados temas e assuntos sobre Marketing Direto, Programas de Relacionamento e Fidelização, DBM, Data Mining, CRM, Eventos de Relacionamento, Mobile Marketing e tudo mais o que se relaciona ao Marketing de Relacionamento.




5. Marketing Digital Brasil

Grupo para os interessados em debater tendências e práticas do marketing digital no Brasil.




6. Marketing Brasil

A comunidade está aberta à todos os profissionais interessados em discutir e aprofundar seus conhecimentos e questões ligadas ao marketing. 




7. Marketing 2.0 & Comunicação Digital

O objectivo deste grupo é de promover o Marketing 2.0. e a Comunicação Digital em Português, através da partilha de conteúdos, no qual todos podemos partilhar e discutir os mais variados assuntos ligados a este tema. A missão deste grupo é: Partilhar casos de sucesso nacionais e internacionais; Divulgar eventos de interesse; Incentivar ao debate de temas que visem a promoção desta área; Abrir a edição a todos aqueles que se identifiquem com a missão e que tenham interesse em contribuir com a partilha de conteúdos.




8. MKTmais - Estratégia, Marketing e Novos Negócios Brazil / LATAM

É um grupo de discussão sobre estratégias, marketing e novos negócios, bem como proporcionar oportunidades de emprego, trabalho, rh, comunicação, contatos, social network, investimentos, parcerias, projetos e o que for relacionado à estratégias, marketing e novos negócios no Brasil e América Latina. 




9. MKT 2.0 - MARKETING DIGITAL

Para comentar sobre as tendências de marketing digital, este grupo foi criado com foco na discussão e divulgação de ações efetivas para, não só conhecer seu público-alvo, como oferecer-lhe benefícios e satisfação de necessidades de modo fácil, com custo acessível e velocidade imediata. Com esse movimento, aos poucos, as marcas vão integrando as redes sociais nas suas estratégias de marketing. 




10. Implantando Marketing

Este é um espaço para compartilharmos nossas experiências, pois esperamos que um dia nossa área seja mais unida e que todos os profissionais entendam a importância de nos auxiliarmos, de criarmos órgãos voltados para nossa área em Minas Gerais e no Brasil. Formalizando-nos seremos mais fortes, poderemos avaliar a qualidade das faculdades que formam nossos colaboradores, se estão sendo mesmo úteis e indicar no que podem melhorar. Poderemos determinar claramente as funções, o piso salarial, trazer mais nomes do mercado para cursos e palestras, premiar profissionais. Fica o convite, o desejo e a iniciativa. 




11. GRUPO DE MIDIAS SOCIAIS (SOCIAL MEDIA E MARKETING DIGITAL BRASIL)

Grupo de profissionais ou interessados em marketing digital, social media (mídias sociais), redes sociais, e assuntos relacionados como internet, tendências, user experience, webtv, planejamento online, comunicação digital entre outros temas que poderão ser discutidos aqui.




12. EXECUTIVOS DE MARKETING E PUBLICIDADE BRASIL

Este grupo é para a discussão de assuntos e matérias pertinentes ao Marketing, à Comunicação, à Publicidade e à Propaganda e, consequentemente, a divulgação de oportunidades nestas áreas. A ideia é compartilhar a informação democratizando as possibilidades para todos e levando à abertura de conceitos e soluções para a nossa área. Destinado a todos aqueles que têm visão estratégica do mercado em questão ou que buscam a amplificação de sua atuação.




13. Comunicação e Marketing Brasil

Compartilhar ideias e questões relacionadas à comunicação corporativa, relações institucionais, marketing, publicidade, relações públicas e assuntos relacionados. O espaço pode ser usado como fórum de discussões, lugar para deixar ou colaborar com opiniões, publicar artigos, sugerir assuntos e divulgar vagas. Serve também como ponto de encontro e networking dos profissionais que trabalham nestas áreas. 




14. Comunicação Interna - Brasil
Grupo p/ profissionais interessados em Comunicação Interna e que desejam compartilhar suas ideias e conhecimentos. Especialistas em Comunicação Social, Marketing, Relações Públicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Psicologia, Administração, Engenharia, Mídias Digitais, Redes Sociais e demais áreas que se complementam no estudo da Comunicação Organizacional: sejam bem-vindos!




15. Comunicação

O grupo se destina a discutir temas relacionados com a área de comunicação de um modo geral. Nosso grupo visa discutir comunicação corporativa, assessoria de imprensa, jornalismo, marketing (e suas vertentes) comunicação interna e externa.




16. VOCE S/A

A VOCE S/A foi a primeira – e continua sendo a única – publicação totalmente dedicada a ajudar os executivos brasileiros a cuidar da sua empregabilidade.




17. Profissionais de Propaganda e Publicidade

Grupo de Profissionais que atuam no setor de propaganda e publicidade, seja em agências, anunciantes, veículos ou fornecedores especializados.




18. Creative Academy Brazilian

O objetivo deste Grupo é ser um ponto de apoio para a carreira de profissionais ligados a comunicação e que necessitam de alta formação criativa, este Grupo tem como estratégia principal o selecionamento de seus integrantes, postura que agrega ao fortalecimento, foco e formação de PHD's em criatividade. Público alvo: Estudantes e profissionais de publicidade, design, webdesign, SEO, analistas de mercados, marketing, eventos, jornalismo, relações públicas e vertentes da comunicação.




19. SEO e MKT Digital em Português

Grupo acerca de Motores de busca, SEO, SEM, Marketing Digital e TUDO EM PORTUGÊS!




20. Exame

Leitores da Revista Exame e do site portalexame.abril.com.br.







Desejamos sucesso a todos!

_______________________________________________________________________

Autor: Adriano Oliveira 
Fundador e Editor-chefe do Acervo Publicitário, formado em Publicidade e Propaganda pelas Faculdades Integradas de Bauru (FIB), trabalha como Profissional de Marketing B2B no segmento de engenharia mecânica, tem especializações em Design, Marketing Digital e eventos industriais. "Compartilhar o torna mais do que você é. Quanto mais você der para o mundo, mais a vida poderá retribuir." (Jim Rohn)
Visualizar perfil de Adriano Oliveira (1000+) no LinkedIn_______________________________________________________________________
Ficaremos honrados se você "Curtir" nossa page do Facebook:

A verdadeira história do Adobe Illustrator

O Illustrator é uma das mais poderosas ferramentas para desenho e edição vetorial da atualidade. É o aplicativo utilizado por profissionais da ilustração, design gráfico, web, moda enfim, onde houver a necessidade de se criar um vetor, lá estará o Illustrator.
É com este programa que grandes profissionais constroem identidades visuais para empresas de grande porte… para as de pequeno porte também, e é o aplicativo que mais ganhou o favoritismo dos profissionais da criação nos últimos anos.
Conhecedor de sua fantástica aplicação, resolvi destrinchar a história deste fabuloso aplicativo compartilhando com você um dos artigos que considero mais completos da web sobre a história do illustrator. Veja a seguir uma tradução/adaptação de um artigo retirado de uma fonte externa, a referência ao artigo original e o seu link estão no final deste artigo.




A história fabulosa do Abode Illustrator
Há muito tempo atrás, em um estúdio longe, muito longe… Nascia o Adobe Illustrator 1. Catorze novas versões e 24 anos mais tarde, o Adobe Illustrator é o editor de gráficos vetoriai mais popular do mercado.
Se você é como muitos que passam várias horas do seu dia criando com o adobe Illustrator, sente-se e relaxe. Vá pegar uma xícara de café e coloque seus pés pro alto, vamos agora dar um passeio pela estrada da memória para relembrar a evolução do Adobe Illustrator.




O Nascimento de Vênus

O Illustrator teve início em 1986, como um projeto gráfico, fonte e aplicação de desenvolvimento de logotipo. A plataforma original e o propósito do Adobe Illustrator era integrar o uso de equações matemáticas para as linhas, curvas suaves e formas por um sistema conhecido como curvas de Bézier. Para enfatizar essa noção de ser capaz de produzir, editar e salvar linhas curvas e fluidas, a Adobe escolheu a Vênus de Botticelli em “O Nascimento de Vênus” como a sua imagem de marketing.
Ao longo dos anos e versões, ela mudou para destacar os novos recursos e melhorias que a Adobe tinha feito no programa, e fomos capazes de contemplar esta beleza até a criação da Creative Suite em 2003.




Se você quiser ver o estranho presidente da Adobe mostrar sua nova criação em 1987, confira este incrível vídeo abaixo (Se liga no PC de última geração ao fundo!)







Tempo para iniciar a atualização
Com o sucesso do Adobe Illustrator 1 e o interesse cada vez maior em computadores e imagens geradas por computador, surgiram uma série de atualizações bem como suporte para outras plataformas, começando em 1988 com o Illustrator 88 (não 2?… 88! por causa de do ano)








A primeira versão projetado para Windows foi o Illustrator 2.0, que foi lançado um ano mais tarde e não se saiu muito bem, o CorelDRAW já dominava a preferência nesta plataforma e alguns problemas com a interface terminaram por jogá-lo mais lá em baixo. Também surgiram algumas versões bem sucedidas para a NeXT, Sun Solaris, e outras plataformas da época, mas o tempo iria mostrar que as versões para Macintosh e Windows iriam começar a dominar o mercado.


Confira este vídeo impressionante de 1988, apresentando o Illustrator 88 (Este é bem melhor que o anterior, e dá uma emoção de ver…)






As versões 3.0 e 4.0 saíram nos anos seguintes, com melhorias e o desenvolvimento da edição possível em um modo de visualização ficou em primeiro lugar na versão 4.0 para Windows, mas não aparece no Macintosh até a versão 5.0.












O campo de jogo é equilibrado



























A equipe de Adobe fez algumas mudanças importantes na interface do Illustrator com o lançamento do Illustrator 6 em 1996. Isto foi quando Illustrator começou a suportar fontes TrueType, tornando a “guerra de fontes” entre PostScript Type 1 e TrueType bastante obsoletas. Foi também quando o Illustrator começou a suportar plug-ins e rapidamente estender suas habilidades de edição para torná-lo ainda mais impressionante.































Até meados dos anos 90 com a versão 7.0, quando usuários começaram a ver finalmente alguma padronização entre Macintosh e as versões para Windows, foi quando terminou a competição para ver qual dos dois vencia. Devido a isso, os designers finalmente tiveram a oportunidade de escolher com firmeza o Illustrator como aplicação criativa para seus projetos, em vez de ir e vir entre Illustrator, CorelDRAW e FreeHand. Esta também era a idade da “World Wide Web”, o que empurrava o Illustrator ao favoritismo pois os desenvolvedores procuraram rapidamente uma forma de apoiar recursos de publicações para de web e plug-ins para internet, este foi um dos maiores caminhos para a mudança e melhoria na vida do Illustrator até hoje.













Algumas coisas loucas começaram a acontecer com o tempo e as versões passaram, algumas coisas que há muito tempo não estiveram disponíveis e que agora usamos quase que inconscientemente, ou que sempre estiveram lá e nós nunca chegamos a usar. Por exemplo, a ferramenta balde de tinta, quantas vezes você usou isso? É só existe desde 1996 com a versão 6.0. E as guias inteligentes? Não posso imaginar como trabalhar sem elas, mas elas não estavam por perto até 1998 – versão 8.0. Este foi um grande momento para mudanças e melhorias nas ferramentas da Adobe. Ano após ano, elas saíram com mais ferramentas impressionantes que com certeza inovaram e tornaram-se tão comuns que são usadas como um lápis e borracha hoje em dia.

Apresentando a Creative Suite!
O Adobe Illustrator já tinha se consolidado firmemente como a escolha de editor de gráficos vetoriais de muitos profissionais. Em 2003, a Adobe decidiu agrupar todos os produtos bem sucedidos juntos em um super pacote chamado Adobe Creative Suite. Com isso, usuários de primeira viagem foram capazes de criar simples objetos e efeitos 3D, um grande marco no mundo do design, e mais marcos continuaram chegando – Paint Live e Live Trace foram criados alguns anos depois. Com a integração dos programas da Adobe nesta ‘Suite’ finalmente dissemos adeus a Vênus… ela viveu e serviu bem, mas com o redesenho do produto e sua marca veio um novo tema que girava em torno da natureza . Vemos agora flores e folhas estilizadas sobre as caixas de produtos e janelas de inicialização.









Com o lançamento do CS3 a equipe da Adobe decidiu reformular a marca mais uma vez para simplificar a embalagem e unificar toda a suíte. Cada programa dentro do traje criativo foi associado a uma cor e o nosso amado Illustrator recebeu a cor laranja. 






Hoje
Quatorze gerações e 24 anos mais tarde, a Adobe lançou o seu Illustrator CS5, quer dizer… mais um ano e a versão CS6 pode ser adicionada a estas contas, com toda a sua beleza e grandiosidade. Mas, qualquer que seja a versão que você usa, ou qual você decidiu ser o seu favorito, seja Illustrator 6 ou CS5, este certamente foi um passeio interessante e emocionante para um dos mais queridos aplicativos do design gráfico.



Este artigo é uma tradução e adaptação de Vecteezy.


Desejamos sucesso a todos!

_______________________________________________________________________


Autor: Adriano Oliveira 
Fundador e Editor-chefe do Acervo Publicitário, formado em Publicidade e Propaganda pelas Faculdades Integradas de Bauru (FIB), trabalha como Profissional de Marketing B2B no segmento de engenharia mecânica, tem especializações em Design, Marketing Digital e eventos industriais.
"A capacidade de inovação é o que distingue um líder de um seguidor. (Steve Jobs)

_______________________________________________________________________
Ficaremos honrados se você "Curtir" nossa page do Facebook: