Você está precisando de modelos de apresentações em PowerPoint? Confira uma relação dos melhores sites...

Ótima oportunidade para nós Criativos de Marketing Digital, o curso gratuito de Google Adwords....

Atualmente as tecnologias digitais estão cada vez mais avançadas, e com o ritmo acelerado do nosso dia-a-dia, aumenta-se cada vez...

Confira os 12 motivos para se casar com um criativo de formação em Publicidade e Propaganda...

 

PUBLICIDADE

DESIGN

CRIATIVIDADE

MARKETING

O acervo mais criativo da web

Seja Bem Vindo ao Acervo Publicitário

O Acervopublicitario.com.br é um canal de comunicação criado em Junho/2008 que visa compartilhar informações criativas e relevantes ao Mercado Nacional e alguns países da América Latina.. 

Nossa Visão: Ser um novo modelo de referência para difusão do conhecimento das áreas de Marketing, Design, Publicidade & Propaganda e vertentes da comunicação, por meio do compartilhamento de informações relevantes que gerem resultados, sendo um ponto de partida para quem está começando ou já está no mercado e busca se atualizar. 

Nossa Missão: Contribuir de forma criativa para formação profissional de Publicitários, Designers e demais áreas da comunicação.  

Público Alvo: Estudantes e profissionais de publicidade, design, webdesign, SEO, analistas de mercados, marketing, eventos, jornalismo, relações públicas e vertentes da comunicação. 

Saiba maissobre nós

Esta é a oportunidade para aumentar seu repertório criativo.

 

conteúdos EXCLUSIVOS

19 Programas free para Designers e Publicitários

Ferramentas avançadas para a edição e desenvolvimento de peças gráficas.

18 dicas essenciais para apresentação do seu TCC/PREX

A apresentação do TCC em algumas instituições chamado de PREX (Projeto Experimental) é o momento inesquecivel na vida de estudantes.

As 50 fontes mais cobiçadas por Designers e Publicitários (FREE)

A Tipografia é uma parte muito importante no Projeto do designer ou publicitário.

Marketing industrial por que não pensei nisso antes?

Hoje ainda se confunde muito o conceito de Marketing e isto dificulta ainda mais a sua aplicação. 

 

 
 
 
NOVIDADES

19 Programas free para Designers e Publicitários

Ferramentas avançadas para a edição e desenvolvimento de peças gráficas.

18 dicas essenciais para apresentação do seu TCC/PREX

A apresentação do TCC em algumas instituições chamado de PREX (Projeto Experimental) é o momento inesquecivel na vida de estudantes.

As 50 fontes mais cobiçadas por Designers e Publicitários (FREE)

A Tipografia é uma parte muito importante no Projeto do designer ou publicitário.

Marketing industrial por que não pensei nisso antes?

Hoje ainda se confunde muito o conceito de Marketing e isto dificulta ainda mais a sua aplicação. 

 

 
 
 
ARTIGOS MAIS RECENTESConfira as últimas novidades da área criativa

Procurando emprego? Como fazer as empresas chegarem até você pelo LinkedIn


Procurando emprego? Como fazer as empresas chegarem até você pelo LinkedIn

Passo-a-passo para aprimorar seu perfil e, assim, atrair recrutadores e outras possibilidades

Como atrair recrutadores no LinkedIn

Muitas vezes, meus leitores perguntam: “Você tem dicas para quem quer achar um emprego ou estágio?”.
E a resposta é: SIM! E você só precisa de uma dica simples, que exige pouco esforço se comparada ao envio de centenas de candidaturas genéricas. Depois de implementada, a manutenção é mínima e vou explica exatamente como faço.
1. A vitrine
Sua manchete, resumo, foto de background e foto de perfil formam sua vitrine e é bom garantir que ela esteja ótima. 
Sua manchete precisa me dizer exatamente quem você é e o que faz, nada de títulos genéricos de trabalho.
As primeiras duas frases de seu resumo precisam ser cativantes e conter as palavras-chave corretas para que alguém clique em “Veja mais” e entre na sua loja.

Não se preocupe em escrever algo perfeito porque você vai continuar mexendo ali conforme sua carreira avança, mas tenha algo ali hoje.
Frequentemente vejo espaços vazios, o que me deixa triste e se traduz, para mim, como uma oportunidade perdida. Quero entender o que te anima, aprender mais sobre você e saber por que eu deveria contratá-lo e não outra pessoa com a mesma experiência e mesma qualificação.
2. Sua rede de contatos é sua fortuna
Você precisa ter as pessoas certas em sua rede para ser notado. Tenho quase todos os colegas com os quais já interagi, o que significa que, quando um ex-colega dá like, compartilha ou comenta em algum post meu, isso roda pela rede do LinkedIn.
E isso significa que você é notado e eventualmente recebe mensagens de pessoas como CEOs ou outros cargos de alto nível em sua indústria (eu recebi duas só em abril).
Se estiver planejando mudar de carreira, comece a adicionar pessoas influentes e seniores que trabalham na indústria que te interessa, com uma mensagem pessoal curta que explica que você está ampliando sua rede com formadores de opinião – isso te leva bem mais longe que só adicionar alguém.
Não se engane: a parte importante não é só aumentar o número de contatos ao adicionar pessoas em massa, mas cultivar essa rede.
Isso significa se engajar em grupos, dar likes em outros posts, compartilhar conteúdos e comentar em conversas que sejam relevantes para sua área de expertise. Mais importante ainda, faça isso de maneira consistente.
Sem querer, você acaba criando uma tribo de pessoas que compartilham os mesmos interesses, valores e ideais que você e isso te trará ainda mais exposição.

3. Os 3 Rs: Real, Relevante e Relacionado
Para ter exposição, você precisa produzir conteúdo que as pessoas leiam e encontrem valor e que as engaje. 
Eu comecei a escrever no LinkedIn dois anos atrás, falando sobre tudo relacionado a desenvolvimento de carreira através de editoriais estudantis. Conforme fui ficando mais confortável, ganhei mais vontade de compartilhar e escrever e, quanto mais escrevia, mais minha voz surgia.
Recentemente comecei a escrever sobre livros que li, histórias de pessoas que conheci enquanto viajava e lições que aprendi em minha vida profissional.
As pessoas começaram a me seguir, gostar de meus posts, comentar e compartilhar meus escritos por três razões: 1) são autênticos e reais 2) elas se identificam e se relacionam com eles 3) são relevantes.
Quanto mais engajamento eu conseguia, mais eu aparecia nos feeds e nas redes dos outros… E assim vai.
4. Conte para os outros
Um jeito mais simples e direto de mostrar para empresas que você está disponível é simplesmente fazer um update de seu status e dizer para todos que você está em busca da próxima oportunidade.
Especialmente se tiver construído uma rede forte de contatos em sua indústria ou em profissões similares à sua, ficará surpreso com quantas pessoas estarão dispostas a ajudar e compartilhar seu post.
Vi isso diversas vezes e é bastante eficaz. Você fica na mente das pessoas, que podem até passar algum contato ou uma vaga que pode te interessar.
Outro jeito de deixar recrutadores sabendo que você está disponível é através da aba Configurações & Privacidade. Clique em Privacidade e ative a função que permite que recrutadores saibam que você está disponível.
Para aqueles que não querem que seus empregadores atuais saibam de seu momento, é um jeito muito discreto de se abrir para novas oportunidades.

5. Recomendações e avais
As pessoas cometem o erro de pedir recomendações depois que deixam uma empresa. Minha tática é sempre esperar alguns dias depois de completar um grande projeto ou depois de fazer bastante por alguém interna ou externamente.
A experiência estará fresca na mente das pessoas e elas estarão no mesmo ambiente que você, então não tem como escapar!
As recomendações são muito importantes porque, se um recrutador parar por ali, verão não apenas que você tem credibilidade mas como trata outros, qual é sua ética de trabalho e que valor você agrega.
E você não precisa se preocupar com o que fazer quando seu gerente trocar de emprego e não puder mais escrever sua carta de referência.
Quando fizer esse pedido, personalize as mensagens para cada pessoa. Isso fará a diferença entre ganhar uma recomendação genérica e uma verdadeiramente pessoal.
Em relação aos avais, escolha suas três melhores habilidades e garanta que essas são as top 3 coisas pelas quais você quer ser conhecido – a não ser que a pessoa clique para ver mais.

6. Conclusão
A verdade é que, para quem está buscando emprego, você já está na metade do caminho ao estar no LinkedIn e ler esse artigo.
Mesmo que não esteja buscando emprego, aconselho que você ainda use as dicas acima, que facilitarão muito uma busca posterior.
É de fato amedrontador se expôr dessa maneira, há um medo de ser julgado e você pensa coisas como “como as pessoas vão interpretar isso?” ou “e se eu parecer bobo?”. Mas qual é a melhor coisa que pode acontecer?
Há muitas oportunidades logo na esquina, não só em relação a empregos fixos mas palestras, projetos para freelancers e possíveis colaborações.
A plataforma é sua para explorar – e sempre digo que esse é o melhor segredo!




SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:






   







Desejamos sucesso a todos!


Técnicas de Mapas mentais para processos criativos



Técnicas de Mapas mentais para processos criativos

Os mapas mentais estão cada vez mais populares entre os candidatos de concursos, vestibulandos e os estudantes que participam de seletivas, como a do Enem. É uma forma de utilizar ambos os hemisférios do cérebro para memorizar e compreender determinados assuntos, fazendo uso ainda da criatividade e de diferentes recursos visuais. Aprenda como fazer mapas mentais e use-os em seus estudos!

O que são os mapas mentais?

Não se sabe a origem dos mapas mentais, mas nas últimas décadas eles caíram no gosto daqueles que estudam e se preparam para algum processo seletivo, devido a sua eficiência na hora de memorizar e compreender os assuntos em questão.
Seja nos estudos escolares, na preparação para concursos e processos seletivos ou até mesmo como uma ferramenta administrativa e criativa nas empresas, para apresentações e brainstorms, por exemplo, este recurso é realmente muito útil. É o mapa mental que possibilita ao indivíduo organizar as suas ideias, desenvolver argumentos, elencar conceitos e muito mais.
A boa notícia é que os mapas mentais são muito fáceis de serem criados e cada pessoa pode adaptá-lo ao seu modo. Em pouco tempo, você verá que este recurso aumentará a sua capacidade de memorização e associação de ideias, a criatividade para solucionar questões, usando ambos os lados do cérebro no processo.

Como criar seus mapas mentais?


Na maioria das vezes, os mapas mentais seguem a mesma estrutura – são estas três premissas que permitem a criação de mapas mentais. Veja:
  1. Uso de imagens: É um artifício útil desenhar em seus mapas mentais, pois será muito mais fácil de memorizar o conteúdo. Elas devem ser integradas com o restante do conteúdo para ativar diversas habilidades do córtex cerebral, o que otimiza a capacidade de memorização e entendimento de conceitos. O uso de imagens pode facilitar em até 90% a capacidade de memorização dos seus conteúdos de estudo – ainda mais se você mesmo desenha.
  2. Pensamento radial: Quando você está estudando determinado assunto de história, por exemplo, o que sente? Como imagina estes eventos? E quando ouve uma música interessante, como você reage? Uma sensação pode ativar milhares de pensamentos e a ideia é expressar isso em um mapa mental, onde as associações que são feitas pelo cérebro podem ser descritas e desenhadas.
  3. Hemisférios cerebrais: O cérebro é dividido em dois hemisférios: direito e esquerdo. Eles realizam processos intelectuais distintos, como a imaginação, a lógica, identificação de cores e formas etc. Os especialistas já estão de acordo que estas partes podem ser integradas. Os mapas mentais usam ambos dois hemisférios para ampliar a capacidade de memorização e compreensão dos conteúdos.

Mapas mentais na prática


  1. Separe uma folha de papel, lápis de cor ou canetinhas de cores diferentes. Use ainda um lápis comum e uma borracha. Você verá que mapas mentais feitos à mão dão mais resultados que os eletrônicos, já que a diferenciação que faz o mapa mental único é o que permite que o cérebro memorize mais fácil.
  2. Você pode ainda utilizar um programa ou ferramenta eletrônica para fazer o seu mapa mental, se tiver habilidade.
  3. Defina um assunto que irá estudar. É preciso ser específico. Por exemplo, na matéria de História, o assunto poderia ser Revolução Francesa. No centro da folha faça um círculo e escreva o assunto. Você pode ainda desenhar algo significativo para você e que tenha a ver com o assunto.
  4. A partir da ideia central, relacione tópicos e subtópicos que tenham a ver com o assunto. No caso da Revolução francesa que usamos como exemplo, poderá criar três ramificações que representam as três fases deste evento histórico – fase 1 / Monarquia Parlamentarista ou Constitucional; fase 2 / revolução pelos Jacobinos (a mais radical); e fase 3 / Reação Termidoriana. Este é só um exemplo, mas você pode elencar assuntos relacionados ao seu assunto principal.
  5. Use e abuse das cores para criar as suas ramificações, imagens, ícones e desenhos e tudo mais o que achar pertinente. O importante é usar a imaginação. Você pode escrever números em cada ramificação para memorizar uma sequência, quando necessário.
  6. Depois, utilize sempre o seu mapa para rever o resumo do assunto e se lembrar das informações periféricas. Você memoriza os conteúdos fazendo o mapa mental e ainda toda vez que o relê.
Aproveite esta opção para estudar com mais eficiência.


SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:












Desejamos sucesso a todos!


Os 5 cursos online gratuitos para você aprender a desenhar


Olá,
Aqueles seus rabiscos feitos no papel durante momentos de distração podem ganhar formas mais robustas. Se você sempre teve vontade de aprender a desenhar, mas ainda não criou coragem, separamos cinco canais na internet com cursos gratuitos que vão te ajudar a descobrir esse talento. Você pode escolher pelo método que possuir mais facilidade, seja apostila ou videoaula.
Os amantes dos desenhos em quadrinho devem se animar ainda mais. Alguns sites oferecem conteúdo exclusivo sobre técnicas de mangá, com construção de personagens e ambiente. Pode ser por hobby ou para te ajudar no trabalho. Não tem problema. O importante é colocar as mãos em prática. Vamos lá?
O portal é um dos mais completos e oferece cursos para os níveis de iniciante, intermediário e avançado. O material básico traz conhecimento sobre cores, contornos e noções de perspectivas. O módulo do intermediário se aprofunda em técnicas sobre como desenhar mangá, com dicas sobre expressões corporais femininas, masculinas e partes específicas do corpo. O nível avançado tem foco composições geométricas.
O blog é dedicado a ensinar sobre como desenhar mangás. O portal é mantido por um cartunista, com foco na construção de cenários e personagens, mas oferece também técnicas fáceis sobre caricaturas e desenhos em geral.
Com milhões de visualizações, o canal no Youtube pode ajudar os interessados em aprender sobre formas de animais, objetos e ícones dos desenhos animados. O canal é recomendado também para quem tem vontade de tatuar, com vídeos especiais sobre o assunto.
O professor de artes Magno Brasil dá dicas sobre como aprender a desenhar, mas também pode te ajudar a construir um estilo próprio. Focado nos super-heróis, o profissional traz referências de especialistas e artistas no assunto, além de trabalhar bastante o conceito do desenho e cria polêmicas ao analisar a qualidade do que anda circulando por aí. Tudo em vídeo em um canal do Youtube.
A apresentadora e artista Daiana Oliveira montou um estúdio para o cenário do Cantinho dos Arteiros. O canal dela é sucesso há mais de três anos pela linguagem simples e bem-humorada. A Daiana é recomendada para os apaixonados pelos personagens da Disney, como as princesas, e explora sempre o que está disparado nas bilheterias do cinema.

Faça uma renda extra

Desenhar pode ser uma boa fonte de renda extra. Tente aplicar o que aprendeu em artesanatos, material de decoração, ou até mesmo investir em uma segunda profissão de tatuador, designer ou paisagista. Moda e figurino também absorvem muito bem ideias criativas com ilustrações. O que será valioso nesse momento é criar um estilo diferente e atrativo. Os sites que indicamos oferecem atendimento aos internautas em caso de dúvida ou algum tipo de necessidade. Aproveite a oportunidade e peça sugestões para o que deseja investir.
É hora de desenhar!.



SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:












Desejamos sucesso a todos!


Design, eu sou pra você???



Sim! para você que é criativo e tem uma mente cheia de ideias.
Vamos bater um papo e tentar ajudar quem esta na dúvida se cabe ou não nessa profissão!

O QUE É SER CRIATIVO?

De uma forma geral é ser capaz de criar uma solução para um determinado problema e assim inovar e contribuir para o desenvolvimento evolutivo de uma marca, de uma empresa, etc.
Como designer você vai se deparar com problemas e precisará apresentar soluções criativas como por exemplo: a criação de artes (flyers, folders, logotipos e etc) que muitas vezes o cliente não sabe como quer e o quer e você será o grande responsável em apresentar algo eficaz e que o atenda!
 

COMO É O PROCESSO CRIATIVO?

Durante o processo criativo, frequentemente distinguem-se os seguintes estágios:

Percepção do problema: É o primeiro passo no processo criativo e envolve o "sentir" do problema ou desafio.

Teorização do problema:
Depois da observação do problema, o próximo passo é convertê-lo em um modelo teórico ou mental.

Considerar/ver a solução:
Este passo caracteriza-se geralmente pelo súbito insight da solução; é o impacto do tipo "eureka!". Muitos destes momentos surgem após o estudo exaustivo do problema.

Produzir a solução:
A última fase é converter a idéia mental em idéia prática. É considerada a parte mais difícil, no estilo "1% de inspiração e 99% de transpiração".

Produzir a solução em equipe:
Fase comum que ocorre nas empresas e organizações quando precisam, tanto diagnosticar ou superar um problema quanto otimizar ou inovar produtos, serviços e processos. Ancoram-se, para tal dinâmica, no conhecido sistema do brainstorming.

ENTÃO...O DESIGNER FAZ DESIGN??

Designer é o profissional que elabora o design de um produto, ele cria e recria, projeta
e apartir disso consegue se comunicar de várias maneiras textuais e visuais, utilizando
diversas ferramentas como Corel Draw, Illustrator, Photoshop etc, lembrando que
você não tem que ser fera nesses softwares ou ser especialista em desenhos e pinturas, antes de entrar em um curso técnico ou curso superior de Design,o que você precisa ser é criativo e todas as demais coisas será acrescentada!

O QUE FAZER PARA SER DESIGNER BEM SUCEDIDO?

1º Gostar do que você esta fazendo (seja curso técnico, curso superior ou se já é formado).
2º Ser criativo!
3º Não ter medo de mostrar suas ideias, sem isso é impossivel você ter sua marca registrada!
4º Hábito de ler e se antenar com as novidades que estão rolando (feiras, congressos, etc).
.

Abaixo compartilhamos um teste vocacional que pode te ajudar ;)

http://souvestibulando.com/carreiras/design.php



SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:






   




Desejamos sucesso a todos!



Ferramentas de Marketing que você deve conhecer em 2017


Ferramentas de Marketing que você deve conhecer em 2017

Automação de marketing:

1. RD Station

A RD Station é a plataforma de automação de marketing da Resultados Digitais. É uma solução bem completa para a sua automação de marketing que pode ser facilmente adequada ao seu orçamento. Dentro dela, é possível criar fluxos de nutrição de e-mails, campanhas de e-mail marketing, landing pages, testes A/B e todas as ações necessárias para uma estratégia de Inbound Marketing de sucesso!

2. Hubspot

A Hubspot é a principal responsável por disseminar o Inbound Marketing no mercado, e também a principal plataforma de automação de marketing. Dentro do software é possível automatizar o seu blog, criar estratégias de SEO, fazer pesquisa de palavras-chave, landing pages, testes A/B, gerenciar leads e ainda mensurar os resultados da sua campanha.

3. Pardot

A Pardot é plataforma de automação focada em B2B — business to business — criada pela Salesforce. Um dos seus principais objetivos é acelerar o pipeline de vendas com excelentes campanhas de e-mail marketing e o acompanhamento próximo do ROI das suas ações. Uma das grandes premissas da empresa é enviar o e-mail certo para a pessoa certa.

4. Mautic

Se você têm experiência com programação (ou tem um programador disponível) o Mautic é uma solução e tanto! Ele é uma plataforma de automação open source, ou seja, o código pode ser alterado por qualquer pessoa que conheça a linguagem de programação. E sabe o que é o melhor? Ele é gratuito! É possível rodar diretamente do site da empresa, por uma conta grátis, ou fazer o download e implantar no seu próprio site.

5. Act-On

Para quem procura por um software de automação de marketing que também ajuda na construção da imagem da sua marca online, você achou! Além das funcionalidades vistas em plataformas de automação, o Act-On também ajuda na construção da sua marca, monitorando atividades da imprensa, identificando influenciadores e acompanhando o desempenho de press releases e conteúdos.

Email Marketing:

6. Mailchimp

Quer uma solução simples, eficaz e barata? O MailChimp é sem dúvidas uma das melhores opções do mercado! Através dele é possível e criar e gerenciar uma estratégia de e-mail marketing completa, mesmo com a versão grátis do serviço. É possível montar layouts personalizados, além de mensurar o rendimento das campanhas.

7. Dinamize

A Dinamize é uma ferramenta de e-mail marketing bem completa. É possível criar templates personalizados, automatizar campanhas, emitir relatórios e até fazer testes A/B. Diferente do MailChimp, ela não possui uma versão gratuita.

SEO:

8. SEMrush

Se você leva SEO e SEM a sério, usar o SEMRush na pesquisa é indispensável! Lá, é possível pesquisar domínios e palavras-chave, analisar a concorrência, encontrar termos relacionados ao seu negócio e identificar oportunidades. A versão gratuita tem algumas limitações, mas mesmo assim é muito interessante.

9. Google Keyword Planner

Essa é a ferramenta de pesquisas de palavras-chave e tendências do Google. Ela é muito interessante por ajudar na organização e elaboração das campanhas de Adwords, até porque, ela é integrada à plataforma. Você pode encontrar o volume de buscas, palavras relacionadas e CPC, além de conseguir agrupar keywords para um mesmo anúncio.

Analytics:

10. Google Analytics

O Google Analytics é a plataforma de monitoramento do Google. Ele é usado tanto para sites e blogs, quanto para redes sociais e campanhas de mídia paga. Com ele, é possível identificar a origem do tráfego dos seus canais, encontrar conteúdos que geram mais visitas e trackear campanhas de Adwords e redes sociais.

11. Kissmetrics

Se você procura uma solução de analytics que vai além de acompanhar eventos, o Kissmetrics pode ser uma ótima solução. Ele é uma ferramenta que te ajuda a identificar comportamentos dos usuários e otimizar o marketing da sua empresa. É possível acompanhar diversas métricas e emitir relatórios regulares.

Produtividade:

12. Google Apps

O Gmail e o Google Drive já fazem parte do dia a dia de diversas pessoas e empresas. Sendo assim, o Google Apps é excelente para quem já está confortável com essas ferramentas e deseja integrá-las ao seu ambiente de trabalho. O Google Apps fornece todas as ferramentas necessárias para uma empresa, desde e-mails personalizados até armazenamento de arquivos.

13. Libre Office

O Libre Office é a alternativa grátis ao Google Apps. Ele oferece uma plataforma de edição e criação de textos, apresentações e planilhas. Claramente, não possui as mesmas funções na nuvem como o Apps, nem o e-mail, mas é possível integrá-lo ao Google Drive a utilizar a versão grátis.

Testes A/B:

14. Optimizely

Testes A/B são indispensáveis para quem quer construir estratégias de sucesso! O Optimizely é uma ferramenta que permite a comparação de versões de uma mesma campanha, anúncio, landing page, e-mails e muito mais. É possível exportar relatórios e personalizar todos os aspectos da plataforma.

15. AB Tasty

O AB Tasty é mais uma uma alternativa para testes A/B, trabalhando com 4 passos simples: modificar o seu site, direcionar as modificações, definir os indicadores de performance e mensurar os impactos. Simples e direto!

Landing Pages:

16. Unbounce

Se você procura uma forma fácil e rápida de criar landing pages, achou o Unboounce! Ele permite que você crie, publique e otimize suas LPs direto da plataforma.

17. Lead Pages

Com funções drag and drop, é super fácil montar landing pages dentro do Lead Pages. Não é necessário nenhum tipo de programação e existem diversas opções, de CTAs, links e códigos de otimização.

CRM:

18. Pipedrive

O Pipedrive condensa todas as suas informações em um funil de vendas virtual, que permite a visualização rápida de toda a sua estratégia. Ele ainda organiza seus clientes e contatos em potencial e prevê vendas para evitar surpresas. Um ponto interessante é que ele possui apps para Android e iOS!

19. Hubspot CRM

A Hubspot lançou recentemente um CRM grátis para pequenas empresas. Ele é totalmente automatizado com a plataforma de marketing e fornece diversas informações sobre suas leads e clientes, além de facilitar o contato com todas elas.

20. Agendor

O Agendor facilita muito a vida de times de vendas. Além de organizar os contatos e leads, ele permite acompanhar o trabalho da sua equipe, fazer follow-ups e consultar históricos dos clientes. Tudo de forma simples e rápida!

ERP (Enterprise Resource Planning):

21. Sankhya

Melhorar os segmentos, processos, módulos e recursos é o que a Sankhya deseja para a sua empresa. Ela oferece uma solução de ERP que se adequa ao atacado, varejo, distribuição, ou qualquer outro segmento e faz uma análise geral da sua empresa para fornecer o máximo de informações relevantes para o seu planejamento corporativo.

22. ContaAzul

Se você procura uma ferramenta que vai direto ao ponto, então você procura a ContaAzul. Ele é um software de gestão simples de usar, com relatórios e integrações para facilitar o dia a dia do seu negócio.

Help Desk/Customer Service:

23. Zendesk

Zendesk é a solução para seus problemas de suporte. Ele centraliza todas as interações com os seus clientes em um único lugar e facilita a resolução de problemas e tickets. Você pode gerenciar todas as suas conversas em um só lugar.

24. Gainsight

O Gainsight é uma das maiores referências em Customer Success atualmente. Ela facilita a abertura de tickets, encaminhamento de chamadas e interações, dentro de uma plataforma que armazena todos os dados relevantes sobre seus clientes e suas interações com eles. Além disso, ajuda a identificar possibilidades de upsell e prever churns.

Finanças:

25. Moip

O Moip é uma solução super interessante para quem deseja receber pagamentos online. Mas mais que isso, eles deixaram de ser apenas um sistema de recebimentos e cobranças, e se tornaram uma solução para e-commerces e startups que lidam com transações digitais. Existe um plano feito especialmente para empresas que estão começando, com custos e taxas menores. Há uma plataforma de checkout transparente que aumenta as conversões em até 30% e várias outras soluções para todos os tipos de negócio!

26. Paypal

O Paypal é, provavelmente, a plataforma de pagamento mais famosa do mundo. Ele foi um dos primeiros a possibilitar pagamentos ao redor do mundo, na moeda natural de quem estiver pagando. Ele também oferece diversas soluções para vários tipos de negócio, possibilitando pagamentos no celular, marketplace, e-commerce, e-mail e vários outros. A integração com plataformas é bem simples e ele funciona muito bem com todas as plataformas de sites, blogs e e-commerces.

27. PagSeguro

O Pagseguro é, atualmente, a plataforma de recebimento de pagamentos mais popular no Brasil — se considerarmos as operadoras de cartão de crédito, claro — já que torna fácil para lojas e empresas receberem pagamentos no débito e crédito. Como empresas similares, eles começaram com transações online e expandiram para vendas físicas. Um diferencial bem legal é que eles lançaram a “moderninha”, uma máquina que aceita débito, crédito e até cartão refeição! Ela não tem anuidade, você pode comprá-la e, após terminar de pagar, paga apenas as taxas normais que incidem sobre as transações. Bem interessante, não é?

Colaboração e comunicação:

28. Slack

Comunicação interna sempre é um ponto sensível. Mas com o Slack, tudo fica mais fácil! Ele agiliza os contatos dentro da empresa e reduz consideravelmente o número de e-mails enviados. É possível criar grupos, abrir chats privados e enviar mensagens para todos da empresa.

29. Skype

O Skype já é um velho conhecido das empresas e ainda é uma das principais ferramentas para calls e reuniões. Pode ser usado tanto pelo time de vendas quanto por qualquer outro profissional para reduzir custos de ligações e agilizar contatos. Ainda é possível realizar ligações internacionais e para telefones, com um custo bem reduzido.

30. Hangouts

O Hangout é a opção do Google para videoconferências. Ele tem alguns funções bem legais, como a opção de desenhar na própria tela, criar apresentações e integrar o app com outros programas online.

Assinaturas eletrônicas:

31. ClickSign

O ClickSign facilita toda a burocracia de assinar documentos. Ele permite que você assine diretamente do seu dispositivo, de forma fácil e rápida. Ele é todo baseado na nuvem, tem diversas integrações, permite que você assine vários documentos ao mesmo tempo e crie vários pontos de autenticação.

Gerenciamento de mídias sociais:

32. Sprout Social

A Sprout Social e a ferramenta de gerenciamento social criada por Neil Patel. É uma das soluções mais completas disponíveis no mercado, com opções de relatórios, acompanhamento de palavras-chave e tópicos em alta.

33. Hootsuite

A Hootsuite é um dos softwares mais famosos de gerenciamento. Ele permite controlar diversos feeds ao mesmo tempo, agendar publicações e emitir relatórios. A versão grátis permite que você cadastre até 3 perfis sociais.

34. Buffer

Ao lado do Hootsuite, o Buffer é mais uma ferramenta que é muito usada por times de marketing. Uma das funcionalidades mais legais da plataforma são as sugestões para o melhor horário de postagem, de acordo com a rede social e o tipo de usuário.

Business Intelligence:

35. Cortex

A Cortex condensa todos os dados relevantes do seu negócio em uma plataforma, ajudando a otimizar o processo de venda, marketing, pontos de venda e muito mais. É possível criar diversos relatórios de rendimento e entender o que está realmente ajudando o seu negócio a crescer.

36. Tableau

A Tableau fornece uma solução de Big Data pra cada tipo de empresa. É possível ter todos os dados analisados do seu negócio no seu computador, em servidores ou na nuvem.

Bug Trackers:

37. Github

Achar bugs em softwares nunca foi tão fácil. O Github ajuda desenvolvedores a encontrar erros e construir códigos através de uma plataforma colaborativa. É possível trabalhar em conjunto com diversos profissionais e acompanhar projetos em tempo real.

Hosting:

38. Task Internet

A Task é uma empresa mineira de hospedagem de sites e blogs que tem planos feitos para o seu tipo de negócio. Desde hospedagens simples, até e-mail personalizado e servidores dedicados para a sua empresa.

39. WP Engine

Se você está a procura de hospedagem de alto nível, e pode pagar por isso, a WP Engine é a escolha certa. Com servidores extremamente estáveis, a WP oferece planos diferentes para necessidades diferentes e um suporte que está acima da média no mercado.

Plataformas de marketing de conteúdo:

40. Rock Content

Aqui na Rock, todo o gerenciamento da estratégia de marketing de conteúdo dos nossos clientes é feita através de uma plataforma criada especialmente para esse fim. Lá, é possível acompanhar e editar as personas, linguagem, referências e informações gerais importantes sobre o negócio. Toda a pesquisa de palavras-chave, concorrentes e textos fica armazenada em um só lugar e pode ser acessada a qualquer hora. Também é lá que acontece toda a interação entre nosso time, redatores e clientes!

41. Contently

A Contently possui a plataforma de conteúdo referência no mundo. Grandes empresas como o Facebook, IBM e Walmart a utilizam para gerenciar suas estratégias. Dentro do sistema, é possível acompanhar diferentes storylines, mensurar o desempenho de cada uma delas e definir ações de otimização. Também é fácil criar e emitir relatórios de rendimento, além de existir um dashboard completo e fácil de mexer.

CMS (Content Management System):

42. WordPress

Com certeza você já conhece o WordPress por ser a plataforma de sites e blogs mais usada no mercado. Ele é simples de mexer e super intuitivo. Mas ele também pode ser usado como um sistema de gerenciamento de conteúdo, CMS em inglês. Isso quer dizer que é possível criar, editar e publicar conteúdo constantemente, utilizando as ferramentas existentes e diversos plugins externos.

43. Magento

O Magento é comumente utilizado como a plataforma go to para e-commerces. Ele possui algumas funcionalidades que o WordPress não tem nativamente (como o fluxo de compras para produtos) e, por isso, atrai a atenção de usuários mais experientes e empresas com necessidades especificas. Mas, como o seu principal concorrente, ele pode ser utilizado como um content magament system de forma bem interessante. Lá, também é possível criar, editar e publicar conteúdo, organizar seções, textos e páginas. A principal diferença é que é necessário um profissional com conhecimento de programação para desenvolver uma plataforma com o Magento.

Gestão de projetos:

44. Trello

Se algum dia você já colou post-its na parede para organizar ideias e desenvolver projetos, então o Trello vai ser o seu melhor amigo! Mas mesmo se você nunca tiver feito isso, com certeza vai gostar do Trello. Ele é uma plataforma de gestão de projetos e trabalho colaborativo bem interessante. É possível criar diversos boards e inserir o seu time com diferentes cores relativas a cada membro, assim, é possível delegar tarefas para cada uma delas. É uma excelente forma de organizar uma ideia!

45. Runrun.it

Se você precisa de algo mais completo para gerenciar um projeto, o Runrun.it pode ser uma boa ideia. Dentro da plataforma, ele disponibiliza diversas ferramentas para gerenciar tarefas, projetos e equipes. É possível emitir relatórios facilmente, cronometrar o tempo gasto com atividades, sugerir reuniões e atividades. Tudo isso com um sistema de hierarquia bem interessante entre os colaboradores. Ele também possui aplicativos para Android e iOS, logo, você pode acompanhar o andamento de qualquer projeto a toda hora, em qualquer lugar.

46. Basecamp

O Basecamp é a solução gratuita para quem precisa colocar todos os membros de um projeto em uma mesma página. Você pode se cadastrar com a sua conta do Google e criar tarefas, enviar mensagens, compartilhar arquivos e calendários. Claro, na versão gratuita existem algumas restrições de funcionalidades, mas já é uma opção bem interessante. Para empresas, existem algumas opções de plano que são realmente muito em conta!




SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:




Desejamos sucesso a todos!