SEJA BEM VINDO
latest
Mostrando postagens com marcador Dicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dicas. Mostrar todas as postagens

Brazil Promotion 2019 - O Evento Que Todo Criativo Deve Conhecer


Nós da Equipe Acervo Publicitário, ficamos felizes em vermos eventos como o Brazil Promotion 2019 trazendo as principais novidades e lançamentos do ano em produtos e serviços para nós Profissionais de Marketing B2B e B2C, com certeza uma verdadeira oportunidade para crescimento profissional, e ainda com a entrada gratuita. :) 

Não só recomendamos, como já confirmamos nossa presença.
Corra que ainda dá tempo!!!

Quando vai ser? Anote aí: 06 a 08 de Agosto de 2019
Que horas? Das 13hs às 20hs
Onde? No Transamérica Expo Center – Pavilhões B e C // Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 - São Paulo/SP.

A quem se destina:
#profissionais de publicidade, design, webdesign, SEO, analistas de mercados, marketing, eventos, jornalismo, relações públicas e vertentes da comunicação 

Faça o seu credenciamento gratuito aqui:




Desejamos sucesso a todos!




Modelo de To Do List (Lista de Tarefas)

(clique na imagem para ampliar)


Aumente sua produtividade com esta lista de tarefas (to do list)

Lista de tarefas (to do list)

A grande maioria das pessoas utiliza suas agendas para marcar compromissos, datas importantes e fazer algumas anotações, mas e as atividades que não tem horário certo ou data definida? Como tê-las sob controle?
Você pode manter listas de coisas a fazer, criando registro de suas tarefas num único local de fácil consulta e acompanhamento. Para que isto funcione adequadamente, alguns cuidados devem ser tomados.
Há tarefas importantes, que se deixadas numa lista genérica, junto com outras atividades menos importantes, correm o risco de serem esquecidas ou não realizadas a tempo. Ao simplesmente anotá-las, você fica momentaneamente aliviado pois tem a sensação de que o assunto está resolvido, ou pelo menos sob controle. Existe ainda o risco de esta lista crescer cada vez mais até ficar impossível de ser gerenciada.
Como fazer então?

Sugiro um método simples e muito fácil de ser aplicado baseado na criação de listas básicas:



Lista de Tarefas Pontuais
Esta é sua lista diária de coisas a fazer. Toda tarefa que se seja possível de ser executada no dia agendado, é uma tarefa pontual e deve ser anotada nesta lista. Por exemplo:

• Telefonar para um cliente ou um amigo.
• Enviar um email .
• Cobrar a resposta de um trabalho delegado .
• Mandar comprar um ingresso para o teatro.
• Iniciar um planejamento.
• Efetuar o pagamento de uma conta.
• Fazer um feedback a um colaborador.
• Providenciar os preparativos para uma reunião.
• Comprar um presente para os filhos.


Anote tudo que vier à sua cabeça e que terá de ser lembrado. Mas anote no lugar certo, donde a informação lhe será apresentada quando for necessário.
Este é um dos mais saudáveis hábitos que podem ser adquiridos por qualquer pessoa que queira se manter organizada.
Atenção! Não confie na sua memória!
Fazendo isto, você estará arriscando comprometer sua produtividade no trabalho e às vezes até um relacionamento (experimente esquecer a data de aniversário de seu casamento por exemplo).
A quantidade de tarefas e o volume de informações cada vez maiores que somos obrigados a lidar em nosso dia-a-dia fazem com que nos esqueçamos, muitas vezes, de cultivar nossos relacionamentos da forma que gostaríamos.


A qualidade e o sucesso destes relacionamentos dependem, às vezes, de alguns simples, porém valiosos gestos. Por exemplo, experimente colocar na sua lista:

• Ligar hoje na hora do almoço para minha esposa(o) ou namorada(o) só para dar um oi.
• Ligar terça-feira para aquele amigo que não vejo há tempos.
• Mandar a secretária comprar flores e enviar para minha mãe agradecendo o jantar da semana passada.
• Enviar um email a um colega ou colaborador, elogiando um trabalho bem feito por ele.
• Pedir para a secretária ligar para alguns amigos marcando um encontro na próxima semana.


Veja que, sejam suas tarefas pontuais simples ou complexas, elas precisam ser bem gerenciadas, caso contrário, provavelmente ficarão vagando em sua cabeça, causando aquela sensação constante de que alguma coisa não foi feita e gerando um nível de Stresse desnecessário e até perigoso.

Lista de Tarefas Recorrentes
Esta é sua lista permanente de coisas a fazer. São atividades, às vezes rotineiras e recorrentes, que normalmente não precisam ser agendadas, pois não tem a característica de serem realizadas num único dia.

Se por exemplo, eu tenho uma lista de compras de farmácia, eu posso anotar nesta lista, diariamente, conforme for lembrando, tudo o que precisa ser comprado, assim, quando eu puder passar numa farmácia ou for fazer um pedido de entrega, acesso a lista em minha agenda e não corro o risco de esquecer de nada.


Outros exemplos de Listas Recorrentes ou Permanentes: 
• Interesse Cultural (indicação de filmes, shows e CDs interessantes.
• Assuntos para a próxima reunião com o gerente da Filial.
• Assuntos a despachar com minha secretária.
• Compras e coisas a fazer na próxima vez que for ao Shopping.
• Idéias para o novo projeto.
• Assuntos para falar com o Contador ou Advogado.
• Sites a visitar ou downloads interessantes a fazer.

Crie o hábito de utilizar e gerenciar Listas de Tarefas. Sua produtividade e sua performance em todas as áreas da sua vida vão dar um salto significativo. Experimente. Você vai se sentir muito mais aliviado.





Desejamos sucesso a todos!


Ficaremos honrados se você "Curtir" nossa page do Facebook:

Técnicas de Mapas mentais para processos criativos



Técnicas de Mapas mentais para processos criativos

Os mapas mentais estão cada vez mais populares entre os candidatos de concursos, vestibulandos e os estudantes que participam de seletivas, como a do Enem. É uma forma de utilizar ambos os hemisférios do cérebro para memorizar e compreender determinados assuntos, fazendo uso ainda da criatividade e de diferentes recursos visuais. Aprenda como fazer mapas mentais e use-os em seus estudos!

O que são os mapas mentais?

Não se sabe a origem dos mapas mentais, mas nas últimas décadas eles caíram no gosto daqueles que estudam e se preparam para algum processo seletivo, devido a sua eficiência na hora de memorizar e compreender os assuntos em questão.
Seja nos estudos escolares, na preparação para concursos e processos seletivos ou até mesmo como uma ferramenta administrativa e criativa nas empresas, para apresentações e brainstorms, por exemplo, este recurso é realmente muito útil. É o mapa mental que possibilita ao indivíduo organizar as suas ideias, desenvolver argumentos, elencar conceitos e muito mais.
A boa notícia é que os mapas mentais são muito fáceis de serem criados e cada pessoa pode adaptá-lo ao seu modo. Em pouco tempo, você verá que este recurso aumentará a sua capacidade de memorização e associação de ideias, a criatividade para solucionar questões, usando ambos os lados do cérebro no processo.

Como criar seus mapas mentais?


Na maioria das vezes, os mapas mentais seguem a mesma estrutura – são estas três premissas que permitem a criação de mapas mentais. Veja:
  1. Uso de imagens: É um artifício útil desenhar em seus mapas mentais, pois será muito mais fácil de memorizar o conteúdo. Elas devem ser integradas com o restante do conteúdo para ativar diversas habilidades do córtex cerebral, o que otimiza a capacidade de memorização e entendimento de conceitos. O uso de imagens pode facilitar em até 90% a capacidade de memorização dos seus conteúdos de estudo – ainda mais se você mesmo desenha.
  2. Pensamento radial: Quando você está estudando determinado assunto de história, por exemplo, o que sente? Como imagina estes eventos? E quando ouve uma música interessante, como você reage? Uma sensação pode ativar milhares de pensamentos e a ideia é expressar isso em um mapa mental, onde as associações que são feitas pelo cérebro podem ser descritas e desenhadas.
  3. Hemisférios cerebrais: O cérebro é dividido em dois hemisférios: direito e esquerdo. Eles realizam processos intelectuais distintos, como a imaginação, a lógica, identificação de cores e formas etc. Os especialistas já estão de acordo que estas partes podem ser integradas. Os mapas mentais usam ambos dois hemisférios para ampliar a capacidade de memorização e compreensão dos conteúdos.

Mapas mentais na prática


  1. Separe uma folha de papel, lápis de cor ou canetinhas de cores diferentes. Use ainda um lápis comum e uma borracha. Você verá que mapas mentais feitos à mão dão mais resultados que os eletrônicos, já que a diferenciação que faz o mapa mental único é o que permite que o cérebro memorize mais fácil.
  2. Você pode ainda utilizar um programa ou ferramenta eletrônica para fazer o seu mapa mental, se tiver habilidade.
  3. Defina um assunto que irá estudar. É preciso ser específico. Por exemplo, na matéria de História, o assunto poderia ser Revolução Francesa. No centro da folha faça um círculo e escreva o assunto. Você pode ainda desenhar algo significativo para você e que tenha a ver com o assunto.
  4. A partir da ideia central, relacione tópicos e subtópicos que tenham a ver com o assunto. No caso da Revolução francesa que usamos como exemplo, poderá criar três ramificações que representam as três fases deste evento histórico – fase 1 / Monarquia Parlamentarista ou Constitucional; fase 2 / revolução pelos Jacobinos (a mais radical); e fase 3 / Reação Termidoriana. Este é só um exemplo, mas você pode elencar assuntos relacionados ao seu assunto principal.
  5. Use e abuse das cores para criar as suas ramificações, imagens, ícones e desenhos e tudo mais o que achar pertinente. O importante é usar a imaginação. Você pode escrever números em cada ramificação para memorizar uma sequência, quando necessário.
  6. Depois, utilize sempre o seu mapa para rever o resumo do assunto e se lembrar das informações periféricas. Você memoriza os conteúdos fazendo o mapa mental e ainda toda vez que o relê.
Aproveite esta opção para estudar com mais eficiência.


SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:












Desejamos sucesso a todos!


Aplicativo do Google que todo Profissional de Marketing Digital deve conhecer


Fantástico, uma ótima ferramenta para quem busca ou está empreendendo, com lições dinâmicas e que agregam muito conhecimento, um app de grande valor para donos de pequenos e médios negócios, ou para quem está na fase inicial, um dos melhores aplicativos.

Marketing de conteúdo, SEO, métricas, publicidade digital, vendas, desenvolvimento de marca e muito mais
Google lançou no Brasil uma versão em português do Primer, aplicativo que todo criativo deve conhecer gratuito para iOS e Android desenvolvido para empreendedores que querem aprender sobre marketing digital.

O programa permite que o usuário carregue no bolso dicas valiosas sobre branding, storytelling, remarketing, SEO e mídia programática. A cada semana, novas lições são adicionadas ao programa. A principal vantagem do Primer é que todo o conteúdo é baixado no celular, o que permite ao empreendedor estudar mesmo sem internet.


Primer é uma maneira simples e rápida de aprender sobre negócios e marketing. Através de lições curtas, que você pode completar em apenas 5 minutos, nossos tutoriais irão ensinar tópicos como plano de negócios, marketing de conteúdo, SEO, métricas, publicidade digital, vendas, desenvolvimento de marca e muito mais. Além disso, você pode partir para ação rapidamente, com guias personalizadas de próximos passos a seguir.

O app é bem intuitivo, didático e mostra uma forma total nova de ensino e que funciona

*As lições do Prime têm duração média de cinco minutos e o conteúdo é preparado por uma equipe de criação do Google, em parceria com “os maiores especialistas do assunto”, segundo a empresa.


O objetivo do Google é ampliar o foco do app para ajudar a criar oportunidades para profissionais em busca de recolocação no mercado, sendo uma maneira democrática de usar a tecnologia para capacitar pessoas com conteúdo atual e relevante.




   






Desejamos sucesso a todos!


Grupo no Linkedin de Vagas para Marketing na Indústria


Cada vez mais recrutadores e headhunters estão indo para o LinkedIn em busca de profissionais que tenham formação e/ou experiência em marketing, e é lá que os profissionais de marketing que trabalham na indústria ou que querem trabalhar estão, o Grupo "Vagas de Marketing na Indústria" é o ponto de encontro desses profissionais. Apesar do nosso queridinho Facebook dominar as manchetes, atualmente, a ferramenta LinkedIn tem fortalecido a imagem de Rede Social mais apropriada para os profissionais de marketing se posicionarem, onde podem conhecer outros profissionais, conversar e trocar informações, além de encontrar vagas e oportunidades. 


Mas como você pode se aproveitar disso? participando do grupo abaixo:

Sobre este grupo

As vagas de Marketing na indústria serão recebidas diariamente, de pequenas, grandes e médias empresas, dentre elas multinacionais, agências de emprego, assessorias de recolocação e de agentes de integração empresa/escola. Também teremos no grupo muitas vagas postadas por membros que, voluntariamente, divulgarão as oportunidades que receberem ou acharem na internet ou em jornais.


   






Desejamos sucesso a todos!


Procurando emprego? Como fazer as empresas chegarem até você pelo LinkedIn


Procurando emprego? Como fazer as empresas chegarem até você pelo LinkedIn

Passo-a-passo para aprimorar seu perfil e, assim, atrair recrutadores e outras possibilidades

Como atrair recrutadores no LinkedIn

Muitas vezes, meus leitores perguntam: “Você tem dicas para quem quer achar um emprego ou estágio?”.
E a resposta é: SIM! E você só precisa de uma dica simples, que exige pouco esforço se comparada ao envio de centenas de candidaturas genéricas. Depois de implementada, a manutenção é mínima e vou explica exatamente como faço.
1. A vitrine
Sua manchete, resumo, foto de background e foto de perfil formam sua vitrine e é bom garantir que ela esteja ótima. 
Sua manchete precisa me dizer exatamente quem você é e o que faz, nada de títulos genéricos de trabalho.
As primeiras duas frases de seu resumo precisam ser cativantes e conter as palavras-chave corretas para que alguém clique em “Veja mais” e entre na sua loja.

Não se preocupe em escrever algo perfeito porque você vai continuar mexendo ali conforme sua carreira avança, mas tenha algo ali hoje.
Frequentemente vejo espaços vazios, o que me deixa triste e se traduz, para mim, como uma oportunidade perdida. Quero entender o que te anima, aprender mais sobre você e saber por que eu deveria contratá-lo e não outra pessoa com a mesma experiência e mesma qualificação.
2. Sua rede de contatos é sua fortuna
Você precisa ter as pessoas certas em sua rede para ser notado. Tenho quase todos os colegas com os quais já interagi, o que significa que, quando um ex-colega dá like, compartilha ou comenta em algum post meu, isso roda pela rede do LinkedIn.
E isso significa que você é notado e eventualmente recebe mensagens de pessoas como CEOs ou outros cargos de alto nível em sua indústria (eu recebi duas só em abril).
Se estiver planejando mudar de carreira, comece a adicionar pessoas influentes e seniores que trabalham na indústria que te interessa, com uma mensagem pessoal curta que explica que você está ampliando sua rede com formadores de opinião – isso te leva bem mais longe que só adicionar alguém.
Não se engane: a parte importante não é só aumentar o número de contatos ao adicionar pessoas em massa, mas cultivar essa rede.
Isso significa se engajar em grupos, dar likes em outros posts, compartilhar conteúdos e comentar em conversas que sejam relevantes para sua área de expertise. Mais importante ainda, faça isso de maneira consistente.
Sem querer, você acaba criando uma tribo de pessoas que compartilham os mesmos interesses, valores e ideais que você e isso te trará ainda mais exposição.

3. Os 3 Rs: Real, Relevante e Relacionado
Para ter exposição, você precisa produzir conteúdo que as pessoas leiam e encontrem valor e que as engaje. 
Eu comecei a escrever no LinkedIn dois anos atrás, falando sobre tudo relacionado a desenvolvimento de carreira através de editoriais estudantis. Conforme fui ficando mais confortável, ganhei mais vontade de compartilhar e escrever e, quanto mais escrevia, mais minha voz surgia.
Recentemente comecei a escrever sobre livros que li, histórias de pessoas que conheci enquanto viajava e lições que aprendi em minha vida profissional.
As pessoas começaram a me seguir, gostar de meus posts, comentar e compartilhar meus escritos por três razões: 1) são autênticos e reais 2) elas se identificam e se relacionam com eles 3) são relevantes.
Quanto mais engajamento eu conseguia, mais eu aparecia nos feeds e nas redes dos outros… E assim vai.
4. Conte para os outros
Um jeito mais simples e direto de mostrar para empresas que você está disponível é simplesmente fazer um update de seu status e dizer para todos que você está em busca da próxima oportunidade.
Especialmente se tiver construído uma rede forte de contatos em sua indústria ou em profissões similares à sua, ficará surpreso com quantas pessoas estarão dispostas a ajudar e compartilhar seu post.
Vi isso diversas vezes e é bastante eficaz. Você fica na mente das pessoas, que podem até passar algum contato ou uma vaga que pode te interessar.
Outro jeito de deixar recrutadores sabendo que você está disponível é através da aba Configurações & Privacidade. Clique em Privacidade e ative a função que permite que recrutadores saibam que você está disponível.
Para aqueles que não querem que seus empregadores atuais saibam de seu momento, é um jeito muito discreto de se abrir para novas oportunidades.

5. Recomendações e avais
As pessoas cometem o erro de pedir recomendações depois que deixam uma empresa. Minha tática é sempre esperar alguns dias depois de completar um grande projeto ou depois de fazer bastante por alguém interna ou externamente.
A experiência estará fresca na mente das pessoas e elas estarão no mesmo ambiente que você, então não tem como escapar!
As recomendações são muito importantes porque, se um recrutador parar por ali, verão não apenas que você tem credibilidade mas como trata outros, qual é sua ética de trabalho e que valor você agrega.
E você não precisa se preocupar com o que fazer quando seu gerente trocar de emprego e não puder mais escrever sua carta de referência.
Quando fizer esse pedido, personalize as mensagens para cada pessoa. Isso fará a diferença entre ganhar uma recomendação genérica e uma verdadeiramente pessoal.
Em relação aos avais, escolha suas três melhores habilidades e garanta que essas são as top 3 coisas pelas quais você quer ser conhecido – a não ser que a pessoa clique para ver mais.

6. Conclusão
A verdade é que, para quem está buscando emprego, você já está na metade do caminho ao estar no LinkedIn e ler esse artigo.
Mesmo que não esteja buscando emprego, aconselho que você ainda use as dicas acima, que facilitarão muito uma busca posterior.
É de fato amedrontador se expôr dessa maneira, há um medo de ser julgado e você pensa coisas como “como as pessoas vão interpretar isso?” ou “e se eu parecer bobo?”. Mas qual é a melhor coisa que pode acontecer?
Há muitas oportunidades logo na esquina, não só em relação a empregos fixos mas palestras, projetos para freelancers e possíveis colaborações.
A plataforma é sua para explorar – e sempre digo que esse é o melhor segredo!




SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:






   







Desejamos sucesso a todos!


Design, eu sou pra você???



Sim! para você que é criativo e tem uma mente cheia de ideias.
Vamos bater um papo e tentar ajudar quem esta na dúvida se cabe ou não nessa profissão!

O QUE É SER CRIATIVO?

De uma forma geral é ser capaz de criar uma solução para um determinado problema e assim inovar e contribuir para o desenvolvimento evolutivo de uma marca, de uma empresa, etc.
Como designer você vai se deparar com problemas e precisará apresentar soluções criativas como por exemplo: a criação de artes (flyers, folders, logotipos e etc) que muitas vezes o cliente não sabe como quer e o quer e você será o grande responsável em apresentar algo eficaz e que o atenda!
 

COMO É O PROCESSO CRIATIVO?

Durante o processo criativo, frequentemente distinguem-se os seguintes estágios:

Percepção do problema: É o primeiro passo no processo criativo e envolve o "sentir" do problema ou desafio.

Teorização do problema:
Depois da observação do problema, o próximo passo é convertê-lo em um modelo teórico ou mental.

Considerar/ver a solução:
Este passo caracteriza-se geralmente pelo súbito insight da solução; é o impacto do tipo "eureka!". Muitos destes momentos surgem após o estudo exaustivo do problema.

Produzir a solução:
A última fase é converter a idéia mental em idéia prática. É considerada a parte mais difícil, no estilo "1% de inspiração e 99% de transpiração".

Produzir a solução em equipe:
Fase comum que ocorre nas empresas e organizações quando precisam, tanto diagnosticar ou superar um problema quanto otimizar ou inovar produtos, serviços e processos. Ancoram-se, para tal dinâmica, no conhecido sistema do brainstorming.

ENTÃO...O DESIGNER FAZ DESIGN??

Designer é o profissional que elabora o design de um produto, ele cria e recria, projeta
e apartir disso consegue se comunicar de várias maneiras textuais e visuais, utilizando
diversas ferramentas como Corel Draw, Illustrator, Photoshop etc, lembrando que
você não tem que ser fera nesses softwares ou ser especialista em desenhos e pinturas, antes de entrar em um curso técnico ou curso superior de Design,o que você precisa ser é criativo e todas as demais coisas será acrescentada!

O QUE FAZER PARA SER DESIGNER BEM SUCEDIDO?

1º Gostar do que você esta fazendo (seja curso técnico, curso superior ou se já é formado).
2º Ser criativo!
3º Não ter medo de mostrar suas ideias, sem isso é impossivel você ter sua marca registrada!
4º Hábito de ler e se antenar com as novidades que estão rolando (feiras, congressos, etc).
.

Abaixo compartilhamos um teste vocacional que pode te ajudar ;)

http://souvestibulando.com/carreiras/design.php



SE VOCÊ GOSTA DO NOSSO CONTEÚDO -  Siga nosso perfil de Dicas do LinkedIn:






   




Desejamos sucesso a todos!